Arquivo de 16 de janeiro de 2009

A Record não brinca em serviço, quando o assunto é conquistar a tão sonhada liderança. Dona do segundo lugar na preferência do público em 2008, a emissora do bispo Edir Macedo agora vai mudar sua programação para tentar impedir o reinado absoluto da Globo, neste início de 2009.

A preocupação tem sua razão de ser: a emissora carioca começa o ano muito bem, com o Big Brother Brasil e Caminho das Índias, a próxima novela das nove que estreia segunda-feira (19) herdando a audiência de 52 pontos de A Favorita.

Informações obtidas por OFuxico dão conta de que as primeiras mudanças na Record serão feitas em Os Mutantes e Chamas da Vida. Na próxima semana, Os Mutantes começa às 20h45 e Chamas da Vida, às 21h45.

De acordo com a assessoria de imprensa da Record, executivos da emissora farão uma reunião ainda esta semana, para tratar de novas mudanças. “Não sabemos do restante da grade, mas podemos adiantar que muita coisa será mudada”, disse a assessoria.

Ainda em março ou abril, a Record deverá exibir Vingança, novela de Lauro César Muniz, no horário ocupado por Chamas da Vida, às 21h45. Esta, por sua vez, entrará mais cedo, às 20h45, na faixa ocupada por Os Mutantes, que deve ser transferida, com algumas novidades no elenco, para o final da tarde, batendo propositadamente de frente com Malhação, da Globo.

Em conversa com OFuxico, Thiago Santiago, autor de Os Mutantes, contou que o público infanto-juvenil é o que mais se interessa pela novela, fazendo sentido a mudança de horário.

“Temos público de todas as idades. Mas, realmente, as crianças e os adolescentes adoram Os Mutantes”, explicou o autor.

O show do cantor britânico Elton John será transmitido neste sábado (17) pela Globo direto do Anhembi, em São Paulo.

A exibição ,dividida em três blocos,será a partir das 23h, e não deverá ser ao vivo, já que a entrada do músico está prevista para as 22h.

A apresentação será feita pela jornalista Patrícia Poeta, que contará com o auxílio de 13 câmeras, uma delas estará em um helicóptero.

O feirante Mário Benedito Pereira Lima, 20 anos, passou fome, tomou chuva, arrumou briga, deixou de tomar banho, teve bolhas e feridas pelo corpo e dormiu em postos de gasolina apenas para conhecer seu grande ídolo, o empresário e apresentador Silvio Santos, dono do SBT. Para isso, viajou cerca de 2.300 km de bicicleta, de Nossa Senhora das Dores (SE), município com 25 mil habitantes onde mora, até chegar a São Paulo. Foram 23 dias na estrada, pedalando uma média de 100 km por dia – saiu na manhã do dia 30 de novembro e chegou na tarde do dia 22 de dezembro. Na mochila, apenas duas trouxas de roupa, cobertores, os documentos, o cartão do banco, R$ 100 em dinheiro e a máquina fotográfica emprestada de um amigo. Um irmão de 14 anos o acompanhou por alguns dias. “A frase que eu mais ouvi durante a viagem foi ‘você é doído'”, brinca o feirante. De todos os empecilhos pelos quais passou, conta, o pior de todos foi a fome. “Não tem nada pior. Foi uma experiência para nunca mais”, diz. O dinheiro de Lima acabou no sétimo dia de viagem. Ele gastou a grana com comida e em reparos na bicicleta. Ele então foi obrigado a comer frutas que encontrava em árvores à beira da estrada, como mangas e cajus, e beber a água de riachos. De vez em quando, comia e dormia na casa de pessoas que simpatizavam com a sua história. A situação de Lima só melhorou a partir do 11º dia, quando ele ligou desesperado a um tio para pedir R$ 100 e contou a verdade – antes, havia dito aos familiares que iria para Aracaju, capital do Sergipe que fica a 50 km de Nossa Senhora das Dores.

Não deu outra. A mãe do rapaz, um policial e o motorista do prefeito eleito de Nossa Senhora das Dores, dois dias depois, foram para Posto da Mata (BA), município onde Lima estava. Queriam trazê-lo de volta a todo custo junto com o irmão caçula de Lima, de 14 anos, que também participou do início da aventura. “Cortou meu coração ver a minha mãe chorando, implorando a minha volta. Mas eu já estava decidido, não iria voltar”, disse. Passada a tempestade, a mãe de Lima, Maria Aparecida, foi embora com o caçula, mas deixou com o filho uma quantia considerável em dinheiro, o suficiente para seguir viagem. Lima conta que o sonho do caçula era conhecer o jogador Dentinho e fazer teste para jogar no Corinthians. “Quando ele descobriu que o irmão chegou bem, ele chorou muito”, diz Maria. “Ele [Silvio Santos] é o rei da televisão brasileira. A história dele é fascinante. Não vou embora enquanto não conhecê-lo”, diz Lima, que não só tem a biografia do ídolo como já leu duas vezes seguidas o livro. O feirante está na casa de um primo em Sapopemba (zona leste). Ele afirma que começou a gostar de Silvio com dez anos de idade, vendo os programas do apresentador.

“Toma lá, dá cá” estreou na SIC, em Portugal, no último fim de semana e teve o maior share do horário nobre da emissora. A audiência foi de 6,7% e o share, de 32,3%. Além disso, a crítica aplaudiu. Uma curiosidade. “Toma lá, dá cá” em Portugal concorre com “Caia quem caia”, que passa na TV1. É a versão local de “CQC”, cujo título em espanhol é “Caiga quien caiga”.

 

Mais uma vez o Brasil Urgente, da Bandeirantes, se tornou uma tribuna para José Luiz Datena disparar suas alfinetadas para sua principal concorrente, a Rede Record. Na edição de ontem (15), o jornalista voltou a questionar a origem do faturamento do SP Record, com quem disputa ponto a ponto. Enquanto seu programa tem diversos intervalos comerciais, por razões óbvias, objetivando faturamento, o jornal da concorrente chega a ter mais de 2 horas de exibição com apenas uma única pausa.

Datena ainda acrescentou questionando a existência de algum órgão que possa fiscalizar a fonte do dinheiro que a Record usa para bancar seus programas. Apesar de não citar nomes em momento algum, o apresentador fez indiretas claras a qualquer telespectador, como disse de forma debochada e em um tom alterado que o dinheiro caia do céu e sugeriu que o Ministério Público faça algo para impedir isso.

Na tarde desta sexta-feira (16), o programa Márcia e o seu polígrafo – a máquina da verdade – alcançou picos de 6,7 pontos e ficou oscilando entre 5 e 6,7 pontos durante toda a sua exibição.

No momento do pico do programa, por volta das 17h30, a emissora terceira colocada marcava 5,5 e a quarta colocada 3,5.

O que todo mundo já estava dando como certo, a Record não confirma. Mutantes pode terminar sem a terceira temporada.

No entanto, o jornal Folha de São Paulo desta sexta, dia 16, traz a informação de que um dos responsáveis do artístico da Record, o bispo Honorilton Gonçalves, teria convocado uma reunião nesta semana para comunicar que a novela acabaria em março por conta da baixa audiência.

O autor da história, Tiago Santiago, teria convencido Gonçalves a voltar atrás. No entanto, Mutantes 3 seria curtinha, terminando em julho.

Além disso, segundo a publicação, a história sairia de São Paulo e iria para o Rio de Janeiro, teria mais realismo e o elenco também mudaria, com Renata Domingues como protagonista. E o título seria trocado para Promessas de Amor.