SBT compra briga com artistas por reprisar Dona Beija

Publicado: 9 de abril de 2009 por audienciaonline em audiencia, audiencia da tv, audiencia de tv, audiencia e tv, audiencia na tv, famosos, ibope, noticias, novela, sbt, televisão, tv, Uncategorized

 Em mais uma estratégia, Silvio Santos tirou da gaveta a novela Dona Beija, produzida e exibida pela extinta TV Manchete, em 1986. Mesmo sem alarde em torno de seu lançamento, a novela já marca 5 pontos de audiência – 2 a menos que a estreia de Pantanal. Porém, assim como a antecessora, a reprise pode crescer no Ibope, já que Pantanal posteriormente chegou a dar 17 pontos.

A trama, escrita e dirigida pelos já falecidos Wilson Aguiar Filho e Herval Rossano, respectivamente, vem sendo apresentada desde a última segunda-feira (6). Porém, ao contrário do que pensa o público, a reexibição não está agradando o elenco.

Gracindo Jr., por exemplo, intérprete do protagonista Antônio Sampaio, diz ter ficado surpreso com a reexibição. O ator afirma que ele e seus colegas de equipe não foram comunicados pelo SBT sobre a possibilidade da trama ser exibida no canal. Ao saber que o folhetim já estava no ar, Gracindo acionou imediatamente seu advogado.

“Fiquei muito surpreso, quando amigos me deram a notícia. Ninguém me procurou para saber minha opinião. Então, meu advogado sugeriu que eu conversasse com outros atores, para abrirmos uma ação conjunta. E é o que tentaremos fazer”, explica.

O ator, que acompanhou de longe a briga do autor Benedito Ruy Barbosa e de alguns atores de Pantanal – eles brigaram na Justiça contra a reprise da trama pelo SBT, ocorrida no ano passado -, garante que não aceitará um simples acordo. Ele alega ter assinado autorização para que a trama fosse reprisada na TV Manchete, não por outra emissora.

“Há 23 anos, fechei contrato com a Manchete para fazer essa novela e não com o SBT. Portanto, não aceitarei receber um cachê por reexibição. Precisamos renegociar o uso de imagem. O que fizeram com o elenco de Pantanal foi uma piada”. 

Ao saber, através de O Fuxico, que Dona Beija já estava no ar, Mayara Magri, que também está no elenco, ficou bastante surpresa. A atriz, que foi casada com o diretor da novela, Herval Rossano, conta que foi procurada por um representante do SBT em meados de 2008, mas não assinou nenhuma autorização.

“Eles apenas me indagaram se eu permitiria a reexibição da novela e prometeram enviar um termo de autorização para eu assinar, mas isso não aconteceu. Estou surpresa que a novela já esteja no ar. Agora, espero que a emissora me procure o quanto antes”, enfatiza.

A mesma postura firme foi adotada por Maitê Proença, protagonista de Dona Beija. Ela, que contou à colunista de O Globo, Patrícia Kogut, que o SBT tentou fazer um acordo, não concorda em ver sua imagem exibida sem sua autorização. Vale lembrar que, na ocasião, Maitê fez muitas cenas de nudez.

“Botaram a novela no ar sem avisar o elenco e o próprio público. Não houve chamada na tevê, informando que Dona Beija seria reprisada. Sei que o material que a Manchete tinha estava guardado nos porões da emissora, de qualquer jeito. Imagino que já estejam deterioradas. Não sei que Dona Beija é essa que eles vão exibir. Acho que vão ter de reeditar muita coisa e só Deus sabe como eles vão fazer isso! Aliás, esse foi um dos motivos para eu não autorizar”, comentou a atriz.

A História

Sucesso em sua primeira exibição na TV Manchete, Dona Beija consagrou Maitê Proença como símbolo sexual ao exibir cenas da atriz tomando banho nua numa cachoeira e cavalgando nua. Tanto que, no ano seguinte, ela estampou a Playboy com um dos ensaios sensuais mais comentados da época.

Baseada nas obras de Dona Beija, a Feiticeira do Araxá, de Thomas Leonardo, e A Vida em Flor de Dona Beija, de Agripa Vasconcelos, a novela conta a trajetória de Ana Jacinta de São José, uma linda mulher que abalou a pacata Araxá (MG), no século XIX.

Depois de presenciar a morte de seu avô, ela é raptada por Mota (Carlos Alberto) e levada para a Vila de Paracatu, onde o ouvidor mora em um casarão. Para se vingar, ela serve os ricaços por joias e barras de ouro. Quando o imperador a convida para se instalar na Corte, Beija, que já havia feito fortuna, parte de volta para Axará em busca de sua grande paixão, Antônio (Gracindo Júnior). Mas, ao ser desprezada, decide não amar mais ninguém e funda a Chácara do Jatobá, um bordel no qual ela vira um mito como cortesã.

comentários
  1. Isso poderia muito bem ter sido evitado se o SBT regravasse a novela . Melhor do que pegar as fitas já deterioradas . Francamente ….a Record investe R$200.000.000 em novelas novas e o SBT se agarra aos destroços da Manchete ….a Record gera empregos e renda ….quer regravar a novela ?? Tudo bem …empregos serão gerados com isso …mas pegar uma novela e botar no ar do mesmo jeito que anos atrás é um retrocesso …a declaração da Maytê reforça o que eu escrevo …”Acho que vão ter de reeditar muita coisa e só Deus sabe como eles vão fazer isso!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s